Curiosidades sobre máscaras de hidratação

Quem não se lembra daquelas pouco estéticas toucas elétricas? Uma das rotinas de alguns finais de semana de várias mulheres, desde a adolescência até a velhice, a rotina era aplicar uma máscara de cabelo e ficar com a touca elétrica por 20 minutos. O que mudou de 20 anos para cá?

Com o desenvolvimento da nanotecnologia, foi possível desenvolver produtos com moléculas bem pequenininhas, capazes de entrar nas pequenas fissuras ou danos do fio de cabelo. Antigamente, como as moléculas eram muito grandes, a fonte de calor se fazia necessária, tanto para abrir a cutícula do cabelo como para “quebrar” a molécula do produto.

Algumas vezes, leio ou escuto pessoas dizerem que aplicaram a máscara para o cabelo e deixaram durante o dia todo, muitas vezes no lugar do creme para pentear. Isso não é uma boa ideia, uma vez que os produtos são pensados para uma função específica. Federico Kladt, gerente de Desenvolvimento de Produtos da Natura informa que quando desenvolvemos uma máscara de tratamento com enxágue, ela é ideal para a função que foi concebida, que é hidratar profundamente os cabelos. “Se alguma consumidora usar a máscara como creme de pentear, nada de ruim vai acontecer, como cair cabelo ou coisa parecida. Mas muito provavelmente o resultado não será totalmente satisfatório, já que o creme para pentear tem várias matérias-primas que auxiliam no deslize dos cabelos que não estão presentes na máscara”.

Ou seja, até vai funcionar, mas não tão bem quanto um creme de pentear. Portanto, se você quer hidratar o cabelo, use a máscara com enxágue no banho e depois aplique o creme para pentear. Vale lembrar que os produtos não devem ser usados diretamente no couro cabeludo. Se você costuma usar muitos cremes para pentear e finalizadores, use uma vez por mês ou a cada quinze dias o shampoo de limpeza profunda. Ele ajuda a remover as impurezas do fio, potencializando o efeito da máscara.

Outra dica é respeitar o tempo de uso indicado no produto. “Deixar a máscara por mais de 3 minutos e/ou usar calor não vão melhorar a eficácia do produto, pois em 3 minutos todos os ativos já penetraram na fibra capilar. As máscaras de antigamente exigiam calor para que as moléculas (na época maiores) conseguissem penetrar. Com os produtos de hoje, 3 minutos, sem calor, é mais do que suficiente.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*